Português

Assine agora e diga à UE que:

Pare de usar os drones assassinos israelitas para as políticas anti-migratórias. #HealthcareNotWarfare

Esses drones militarizam o Mediterrâneo, podem matar, mas não podem salvar vidas! #DefendLives

Vamos espalhar solidariedade com aqueles que já sofrem o peso da injustiça – da Palestina cercada e ocupada aos campos de migrantes superlotados. #SpreadSolidarity

8645 assinaturas já!

Stop Israeli killer drones

Share this with your friends:

   

A Petição

Para: Comissária da UE Adina Valean , Comissário da UE Virginijus Sinkevicius, Comissário da UE Yiva Johansson

Estimado/a,

Desde Novembro de 2018 a Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA) tem alugado, através da companhia portuguesa CEiiA, dois drones Hermes 900, os chamados «drones assassinos» fabricados pela maior empresa militar israelita, a Elbit Systems. Ao abrigo do contrato de aluguer, por dois anos, no valor de 59 milhões de euros, os drones são usados principalmente para aplicar as políticas repressivas anti-imigração da UE. Peritos condenam a passagem para a vigilância aérea como uma revogação da responsabilidade de salvar vidas. Pior ainda, os «drones assassinos» da Elbit estão a dar apoio à Frontex e às autoridades nacionais na Grécia, onde os migrantes e refugiados têm sido alvejados no mar com fogo real.

A Elbit Systems desenvolve os seus drones juntamente com as forças armadas israelitas e promove a sua tecnologia como tendo sido testada no terreno – sobre os palestinos. A Elbit fornece 85% dos drones utilizados por Israel nos seus repetidos ataques militares e no continuado e desumano bloqueio a Gaza. Os drones Hermes foram usados para matar as quatro crianças que brincavam na praia durante o ataque de Israel a Gaza em 2014.

Estes drones podem matar, mas não podem salvar vidas.

Por isso, exijo que:

  • a EMSA deixe de usar estes drones e que a EMSA e o CEiiA não renovem o contrato de aluguer.
  • as nossas autoridades nacionais não requisitem o uso destes drones no seu espaço aéreo
  • a União Europeia use o dinheiro dos contribuintes para proteger os direitos humanos de todos e não para financiar a indústria militar de Israel e para a militarização das fronteiras e do mar.

Atentamente,

Stop Israeli killer drones

Share this with your friends:

   

A quem nos dirigimos?

Comissária da UE Adina Valean (Direcção-Geral da Mobilidade e Transportes, co-responsável pela Agência Europeia da Segurança Marítima – EMSA)

Comissário da UE Virginijus Sinkevicius (Direção-Geral dos Assuntos Marítimos e das Pescas, co-responsável pela Agência Europeia da Segurança Marítima – EMSA)

Comissário da UE Yiva Johansson (Direção-Geral dos Assuntos Internos, responsável pela Frontex)

Quem promove a petição?

Uma ampla aliança de organizações da sociedade civil de toda a Europa, incluindo grupos de solidariedade com a Palestina, contra militarização, organizações defensoras dos direitos das pessoas migrantes, sindicatos e muito mais.

Co-patrocinadores:

  1. Agir Pour La Paix – Bélgica
  2. Amici della Mezzaluna Rossa Palestinese – Italia
  3. ARCI – Italia
  4. Association France Palestine Solidarité (AFPS) – França
  5. Association pour l’Amitié et la Solidarité avec les Peuples d’Afrique (AFASPA) – França
  6. Association pour les Jumelages entre les camps de réfugiés Palestiniens et les villes Françaises (AJPF) – França
  7. AssopacePalestina – Italia
  8. BDS Berlin – Alemanha
  9. BDS France – França
  10. BDS Italy – Italia
  11. BDS Greece – Grécia
  12. Carovana Migranti (Torino) – Italia
  13. Collectif Judéo Arabe et citoyen pour la Palestine – França
  14. Comité de Solidariedade com a Palestina – Portugal
  15. Confederación Intersindical Galega – Estado Espanhol
  16. Cultura è Libertà – Italia
  17. European Coordination of Committees and Associations for Palestine (ECCP)
  18. Gibanje za pravice Palestincev – Eslovênia
  19. Gruppo Ibriq per la cultura e la causa Palestinese – Italia
  20. Intersindical Alternativa de Catalunya (IAC) – Estado Espanhol
  21. LAB Trade Union – País Basco
  22. Legal Center Lesvos – Grécia
  23. Mouvement contre le racisme et pour l’amitié entre les peuples (MRAP) – França
  24. Mouvement International de la Réconciliation (MIR) – França
  25. Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM) – Portugal
  26. Norwegian Union of Municipal and General Employees (Fagforbundet) – Noruega
  27. NWRG-onlus – Italia
  28. Observatorio de Multinacionales en América Latina (OMAL) – País Basco
  29. Ongi Etorri Errefuxiatuak – País Basco
  30. Pax Christi Diözesanverband Rottenburg-Stuttgart – Alemanha
  31. Paz con Dignidad – País Basco
  32. Plateforme des ONG françaises pour la Palestine – França
  33. Rete Antirazzista Catanese – Italia
  34. Rete Eco – Italia
  35. Rete Italiana Disarmo – Italia
  36. Rete Romana di Solidarietà con il Popolo Palestinese – Italia
  37. Salaam Ragazzi dell’Olivo, Comitato di Trieste – Italia
  38. SOS Racismo – Portugal
  39. Stop Wapenhandel – Países Baixos
  40. Transnational Institute
  41. Transnational Migrants Platform – Europe
  42. Union Juive Française pour la Paix (UJFP) – França
  43. Un Ponte Per … – Italia
  44. Sprecherkreis des Koordinationskreises Palästina Israel – Germany
  45. SodePaz – Spanish State
  46. Centre Delàs d’Estudis per la Pau – Spanish State
  47. Vredesactie – Belgium

Mais informação

ECCP/STW briefing on the killer drones: 

“Expanding the fortress – The policies, the profiteers and the people shaped by EU’s border externalisation programme”: 

Joint Statement For A World Without Walls From European Palestine Solidarity And Migrants Rights Groups And Networks:

Manifesto on Migration: